Guarani, Kaingang e Xetá: o curso de pedagogia para os povos indígenas/bilíngue da Unicentro na terra indígena Rio das Cobras em tempos de pandemia

Palavras-chave: Culturas, Educação do Campo, das Águas e das Florestas, Ensino Remoto, Etnias

Resumo

Este artigo apresenta uma discussão em torno de como o Curso de Pedagogia para os Povos Indígenas da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), organizado de forma bilíngue, desenvolveu-se durante a pandemia de Covid-19. Para desenvolver esse objetivo, situamos o leitor na constituição do Curso e de como ele se estrutura pensando a língua materna de três etnias: Guarani, Kaingang e Xetá; e o português no seu currículo. Empregamos uma análise com pesquisadores que trabalharam com essa temática, promovendo uma discussão bibliográfica e documental. Como resultados, percebemos que, apesar dos processos terem se desenvolvido de maneira satisfatória, há ainda muito a avançar nos debates sobre ensino remoto emergencial, principalmente para os povos indígenas.

Referências

ANAI. Índios do Paraná: texto base para o ensino do primeiro e segundo graus. Curitiba: Anaí/PR, 1983.

BOGO, Meg Monique Maria Dias; TOLEDO, Vanessa Domingos. Alguns apontamentos sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e a temática indígena. In: MORAES, Valdirene Manduca; SANTOS, Rodrigo dos (Orgs.). Educação do Campo e Indígena: estudos e pesquisas em contextos de resistência. Curitiba: CRV, 2020, p. 55-69.

CALDART, Roseli. Educação do Campo: notas para uma análise de percurso. Trabalho, Educação e Saúde, v. 7, n. 1, p. 35-64, mar./jun. 2009.

CASSULA, Marcella Hauanna; BERNARDINO, Mariana Mendonça. A importância da oralidade para a revitalização cultural dos Guarani Nhandewa. In: Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sul. Anais... Caxias do Sul: UCS, 2012, p. 1-16.

CERTEAU, Michel de. A cultura no plural. Campinas: Papirus, 2012.

DAVIS, A crise do coronavírus é um monstro alimentado pelo capitalismo. In: DAVIS, Mike et al. (Orgs.). Coronavírus e a luta de classes. Terra sem Amos: Brasil, 2020, p. 5-12.

GEHRKE, Marcos; SAPELLI, Marlene; FAUSTINO, Rosangela. A formação de pedagogos indígenas em alternância no Paraná: uma contribuição à interculturalidade e ao bilinguismo. Revista Brasileira de Educação do Campo, v. 4, p. 1-26, 2019.

GOULART, Cecília. Processos de letramento na infância: aspectos da complexidade de processos de ensino-aprendizagem da linguagem escrita. In: SCHOLZE, Lia; Tânia Rösing (Orgs.). Teorias e práticas de letramento. Brasília: INEP, 2007, p. 61-82.

LAECI. Laboratório de Educação do Campo e Indígena. 2021. Disponível em: https://sites.unicentro.br/wp/educacaodocampo/. Acesso em: 01 ago. 2021.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. São Paulo: Atlas, 2003.

MARINHO, Rafael Pacheco. Os xetá e suas histórias: memória, estética, luta desde o exílio. 320f. Mestrado em Antropologia pela Universidade Federal do Paraná. Curitiba, 2019.

MENEZES, Maria Christine Berdusco; FAUSTINO, Rosangela Celia; NOVAK, Maria Simone Jacomini. Alfabetização e aprendizagem da língua materna como língua estrangeira em escolas indígenas no Paraná. Línguas & Letras, v. 20, p. 27-45, 2019.

ORTIZ, Isabel Inguanzo. Autonomía indígena y coronavirus en Malasia. Revista Catalana de Dret Ambiental, v. 11, n. 2, p. 1-15, 2020.

PARANÁ. Universidade Estadual do Centro-Oeste. Projeto Pedagógico do Curso de Pedagogia (Terra Indígena). Guarapuava, 2018.

PARANÁ. Universidade Estadual do Centro-Oeste. Instrução Normativa n. 1 – PROEN/Unicentro, de 17 de abril de 2020. Guarapuava, 2020a.

PARANÁ. Universidade Estadual do Centro-Oeste. Instrução Normativa n. 2 – PROEN/Unicentro, de 04 agosto de 2020. Guarapuava, 2020b.

PARANÁ. Universidade Estadual do Centro-Oeste. Proposta de trabalho remoto. Guarapuava, 2020c.

PARANÁ. Universidade Estadual do Centro-Oeste. Edital n. 003/2020 processo de cadastro e seleção para empréstimo de celulares/smartphones a serem utilizados nas atividades curriculares do ano letivo de 2020.Guarapuava, 2020d.

PARANÁ. Universidade Estadual do Centro-Oeste. Edital n. 004/2020 – fluxo contínuo processo de cadastro e seleção para fornecimento de acesso da tecnologia digital / pacote de dados de internet a serem utilizados nas atividades curriculares do ano letivo de 2020. Guarapuava, 2020e.

PARANÁ. Universidade Estadual do Centro-Oeste. Instrução Normativa n. 1 – PROEN/Unicentro, de 17 de fevereiro de 2021. Guarapuava, 2021.

RIBEIRO, Marlene. Pedagogia da alternância na educação rural/do campo: projetos em disputa. Educação e Pesquisa, v. 34, n. 1, p. 27-45, abr. 2008.

SALVAGNI, Julice; WOJCICHOSKI, Nicole de Souza; GUERIN, Marina. Desafios à implementação do ensino remoto no Ensino Superior brasileiro em um contexto de pandemia. Educação por escrito, v. 11, n. 2, p. 1-12, jul./dez. 2020.

SANTOS, Rodrigo dos. A imigração dos suábios do Danúbio e as discussões pelas terras de Entre Rios, Guarapuava, Paraná. Revista Sociais e Humanas, v. 18, n. 1, p. 8-18, jan./abr. 2016.

SILVA, Luana Máyra da. Cultura Material Kaingáng: identidade através de objetos. In: NÖTZOLD, Ana Lúcia Vulfe; ROSA, Helena Alpini; BRINGMANN, Sandor Fernando (Orgs.). Etnohistória, história indígena e educação: contribuições ao debate. Porto Alegre: Pallotti, 2012, p. 367-385.

TOLEDO, Vanessa Domingos; PEREIRA, Yasmin Gabriela Guimarães; SANTOS, Rodrigo dos. Um entre lugar do ensino: desafios da licenciatura em pedagogia para povos indígenas da Unicentro durante a pandemia do Covid-19. In: Fórum Internacional de Pedagogia. Anais... Cajazeiras: USAL, 2020, p. 1-11.

UNICENTRO. Pesquisa de Atos Oficiais. Unicentro. 2021. Disponível em: https://bit.ly/3kI5Vco. Acesso em: 01 ago. 2021.

Publicado
2021-09-15