Origem social e escolha pelo curso de graduação: inferências a partir de dados do ENADE

Palavras-chave: ENADE, Bourdieu, Classes sociais, Escolha pelo curso

Resumo

Neste trabalho analisamos dados de 861 mil estudantes que realizaram o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes entre 2016 e 2018, em relação aos motivos que levam à escolha de um curso de graduação. Realizamos análises estatísticas e adotamos a teoria bourdiana sobre as desigualdades sociais e escolares para interpretar nossos resultados. Identificamos a inserção no mercado e os cursos a distância como motivos nas classes menos favorecidas; a busca por cursos com baixa concorrência, mas valorizados socialmente, nas classes médias; e a escolha por influência familiar ou vocação nas classes altas. Esses resultados confirmam as diferenciações e desigualdades das classes sociais no sistema universitário brasileiro.

Referências

ALCANTARA, Juliana. Ensino a distância: conheça o perfil dos estudantes que se dão bem nesse modelo. Extra. 23 dez. 2016. Disponível em: http://glo.bo/3ntwKkY. Acesso em: 15 jun. 2020.

ALFANO, Bruno. “O Enem e uma competição. Ficou mais difícil para todo mundo”, afirma Weintraub, mantendo datas do Enem. O Globo. 17 abr. 2020. Disponível em: https://glo.bo/2JZ9mNK. Acesso em: 20 abr. 2020.

BELTRÃO, KaizôIwakami; MANDARINO, Mônica Cerbella Freire. Evidências do ENADE: mudanças no perfil do matemático graduado. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, v. 22, n. 84, p. 733-754, 2014.

BERTOLIN, Júlio; MARCON, Telmo. O (des)entendimento de qualidade na Educação Superior brasileira: das quimeras do provão e do ENADE à realidade do capital cultural dos estudantes. Avaliação, v. 20, n. 1, p. 105-122, 2015.

BERTONCELO, Edison. Classes sociais, cultura e educação. Novos Estudos, v. 104, p. 159-175, 2016.

BONAMINO, Alicia; SOUZA, Sandra Zákia. Três gerações de avaliação da educação básica no Brasil: interfaces com o currículo da/na escola. Educação e Pesquisa, v. 38, n. 2, p. 373-388, 2012.

BOURDIEU, Pierre. Esboço de uma teoria da prática. In: ORTIZ, Renato (Ed.). Pierre Bourdieu: Sociologia. São Paulo: Ática, 1983, p.46-81.

BOURDIEU, Pierre. A distinção: crítica social do julgamento. São Paulo: Edusp; Porto Alegre: Zouk, 2007.

BOURDIEU, Pierre. Futuro de classe e causalidade do provável. In: NOGUEIRA, Maria Alice; CATANI, Afrânio (Orgs.). Escritos de educação. Petrópolis: Vozes, 2015, p.89-141.

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean-Claude. A reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino. Petrópolis: Vozes, 2009.

BRITO, Marcia Regina de. ENADE 2005: perfil, desempenho e razão da opção dos estudantes pelas licenciaturas. Avaliação, v. 12, n. 3, p. 401-433, 2007.

BRITO, Marcia Regina de; O SINAES e o ENADE: da concepção à implantação. Avaliação, v. 13, n. 3, p. 841-850, 2008.

BRASIL. Lei n. 10.861, de 14 de abril de 2004: institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES e dá outras providências. Gov.br. 14 abr. 2004. Disponível em: https://bit.ly/3miHu3X. Acesso em: 20 jun. 2020.

CANAN, Silvia Regina; ELOY, Vanessa Taís. Políticas de avaliação em larga escala: o ENADE interfere na gestão dos cursos? Práxis Educativa, v. 11, n. 3, p. 621-640, 2016.

CARVALHO, Bruna. Ensino a distância: limites e possibilidades na formação de professores. 284f. Mestrado em Educação Escolar pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Araraquara, 2014.

CREPALDE, Neyson João Batista Filho; SILVEIRA, Leonardo Souza. Desempenho universitário no Brasil: estudo sobre desigualdade educacional com dados do Enade 2014. Revista Brasileira de Sociologia, v. 4, n. 7, p. 211-238, 2016.

DURU-BELLAT, Marie. L'inflationscolaire: les désillusions de la méritocratie. Paris: Éditions du Seuil et La République des Idées, 2006.

FELDMAN, Taise; SOUZA, Osmar. A governamentalidade e o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes – ENADE. Avaliação, v. 21, n. 3, p. 1017-1032, 2016.

GATTI, Bernardete (Org.). Atratividade da carreira docente no Brasil: relatório preliminar. São Paulo: Fundação Carlos Chagas, 2009.

GREENACRE, Michael. Correspondence analysis in practice. London: Chapman and Hall/CRC, 2017.

GUALBERTO, Lucas; RODRIGUES, André. Impacto do trabalho no desempenho dos licenciandos no ENADE. Ensenãnza de las Ciencias, v. 35, n. 3, p. 2675-2680, 2017.

HEY, Ana Paula. Esboço de uma sociologia do campo acadêmico: a Educação Superior no Brasil. São Carlos: EdUFSCar, 2008.

INEP. Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE). Inep. 2020a. Disponível em: https://bit.ly/38bwQHc. Acesso em: 30 jan. 2020.

INEP. Microdados. Inep. 2020b. Disponível em: https://bit.ly/3qZPmed. Acesso em: 25 abr. 2020.

LEMOS, Karinne Custódio Silva; MIRANDA, Gilberto José. Alto e baixo desempenho no ENADE: que variáveis explicam? Revista Ambiente Contábil, v. 7, n. 2, p. 101-118, 2015.

LIMA, Priscila da Silva Neves et al. Análise de dados do Enade e Enem: uma revisão sistemática da literatura. Avaliação, v. 24, n. 1, p. 89-107, 2019.

KLUGER, Elisa. Análise de correspondências múltiplas: fundamentos, elaboração e interpretação. Bib, v. 86, n. 2, p. 68-97, 2018.

MASSI, Luciana; CARVALHO, Helena; GIORDAN, Marcelo. Perfil socioformativo dos orientadores, heterogeneidade e hierarquia social na área de ensino da CAPES. Investigações em Ensino de Ciências, v. 25, n. 1, p. 421-432, 2020.

NASCIMENTO, Matheus Monteiro; CAVALCANTI, Cláudio; OSTERMANN, Fernanda. Uma busca por questões de Física do ENEM potencialmente não reprodutoras das desigualdades socioeconômicas. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 40, n. 3, p. 1-18, 2018.

PEROSA, Graziela Seronni; LEBARON, Frédéric; LEITE, Cristiane Kerches da Silva. O espaço das desigualdades educativas no município de São Paulo. Pro-Posições, v. 26, n. 2, p. 99-118, 2015.

SILVA, Mariléia Maria da. Redes de relações sociais e acesso ao emprego entre os jovens: o discurso da meritocracia em questão. Educação & Sociedade, v. 31, n. 110, p. 243-260, 2010.

SOARES, Francisco José et al. Avaliação da Educação Superior no Brasil – do Provão ao ENADE: um estudo meta-avaliativo. Meta: Avaliação, v. 10, n. 31, p. 22-42, 2018.

SOUZA, Jessé de. A classe média no espelho: sua história, seus sonhos e ilusões, sua realidade. Rio de Janeiro: Estação Brasil, 2018.

TEAM, R Core. R language definition. Vienna: R foundation for statistical computing, 2000.

VERHINE, Robert Evan; DANTAS, Lys Maria Vinhares; SOARES, José Francisco. Do Provão ao ENADE: uma análise comparativa dos exames nacionais utilizados no Ensino Superior Brasileiro. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, v. 14, n.52, p. 291-310, 2006.

WAINER, Jacques; MELGUIZO, Tatiana. Políticas de inclusão no Ensino Superior: avaliação do desempenho dos alunos baseado no Enade de 2012 a 2014. Educação e Pesquisa, v. 44, n. 1, p. 1-15, 2018.

Publicado
2021-01-04
Seção
A universidade como agente de desenvolvimento cultural, social e econômico