A morte de Dona Marisa Letícia na Revista Veja: reflexões sobre a capa e imagem da reportagem de capa da edição 2350

Palavras-chave: Morte, Marisa Letícia, Semiótica, Revista Veja

Resumo

A capa e a imagem principal da reportagem de capa da revista Veja, edição 2530, de 17 de maio de 2017, são o foco deste estudo, que busca compreender, através de uma análise semiótica, o modo de a revista narrar a vida da ex-primeira dama, Marisa Letícia Lula da Silva, a partir de sua morte, e a forma como há remissão da morte com envolvimentos políticos do seu marido, o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva. Tomamos como suporte teórico-metodológico olhares da semiótica.

Referências

AZEVEDO, Reinaldo. Veja 7 – Nos tempos da censura. Veja. 22 fev. 2017. Disponível em: <https://bit.ly/2YwiWfC>. Acesso em: 23 out. 2018.

BACHA, Maria de Lourdes. A teoria da investigação de C.S. Peirce. 186f. Mestrado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica. São Paulo, 1997. BRASIL. Sérgio Moro. Ministério da Justiça e Segurança Pública. 2019. Disponível em: <https://bit.ly/2xsBe6m>. Acesso em: 21 abr. 2020.

BIROLI, Flávia; MIGUEL, Luís Felipe; MOTA, Fernanda Ferreira. Mídia, eleições e pesquisa de opinião no Brasil (1989-2010): um mapeamento da presença das pesquisas na cobertura eleitoral. Revista Compolítica, n. 1, v. 1, p. 67-90, mar./abr. 2011.

CANDELLO, Heloisa Caroline de Souza Pereira; HILDEBRAND, Hermes Renato. Metodologia de análise semiótica aplicada a publicações digitais. Congresso Internacional de Pesquisa em Design. In: Anais do Congresso Internacional de Pesquisa em Design Dourados: GPESD/UEMS, 2007, s/p.

CAPPELLARI, Thuanny. Análise da reportagem de capa da revista Veja Edição 2.397 de 29 de outubro de 2014. 57f. Graduação em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas. Pelotas, 2015.

CAPPELLARI, Thuanny; NEGRINI, Michele. Petrolão: capa da revista Veja Edição 2397 de 29 de outubro de 2014 e a imagem de Dilma e Lula. Leituras do Jornalismo, n. 6, v. 2, p. 17-33, jul./dez. 2016.

CHIAVENATO, José Júlio. A morte: uma abordagem sociocultural. São Paulo: Moderna, 1998.

DASTUR, Françoise. A morte: ensaio sobre a finitude. Rio de Janeiro: DIFEL, 2002.

DE LIMA, Venício Artur. Mídia, teoria e política. São Paulo: Editora Fundação Perseu Ábramo, 2001.

DIAS, Bibiane de Moraes; NEGRINI, Michele. Morte e mistério: uma reflexão imagética sobre a capa e reportagem de capa da edição 2350 da Revista Veja. In: Congresso de Ciências da Comunicação na Região Sul. Anais... Porto Alegre, 2019.

ECO, Umberto. Tratado geral de semiótica. São Paulo: Perspectiva, 1991.

G1. Depoimento de Lula a Moro: veja todos os vídeos e os principais pontos. Globo. 10 maio 2017. Disponível em: <https://glo.bo/3aWLrG5> Acesso em: 21 abr. 2020.

GRUPO ABRIL. Quem somos. Grupo Abril. 2018. Disponível em: <https://bit.ly/3fjIuT9>. Acesso em: 23 out. 2018.

HERMES, Gilmar. Da história da arte para as mídias. Fronteiras-estudos midiáticos, v. 8, n. 2, p. 112-122, 2006.

LOUREIRO, Altair Macedo Lahud. A velhice, o tempo e a morte: subsídios para possíveis avanços do estudo. Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 1998.

MARI JUNIOR, Sergio. Semiótica Peirciana – resumo. Infonauta. 14 ago. 2018. Disponível em: <https://bit.ly/2YroY1f>. Acesso em: 21 abr. 2020.

MORIN, Edgar. O homem e a morte. Portugal: Publicações Europa-America, 1988.

MORIN, Edgar. Cultura de massa no século XX: neurose. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1997.

MORIN, Edgar. O método 5: a humanidade da humanidade. Porto Alegre: Sulina, 2005.

NEGRINI, Michele. A morte em horário nobre: a espetacularização da notícia no telejornalismo brasileiro. 248f. Doutorado em Comunicação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2010.

PEIRCE, Charles Sanders. Semiótica. São Paulo: Perspectiva, 2000.

SACRAMENTO, Igor; MACHADO, Izamara Bastos; NEGRINI, Michele. A morte de Dona Marisa Letícia: o biográfico e os trabalhos da memória no Jornal Nacional. Contracampo, v. 37, n. 3, p. 126-148, dez./2018 mar./2019.

SANTAELLA, Lúcia. O que é semiótica. São Paulo: Brasiliense, 2003.

SANTAELLA, Lúcia. Semiótica aplicada. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2004.

TAVARES, Joelmir. Lula perde ação contra revista Veja por capa sobre Marisa. Folha de São Paulo. 15 mar. 2018. Disponível em: <https://bit.ly/2zMVz7d>. Acesso em: 12 jan. 2019.

TRAQUINA, Nelson. Teorias do Jornalismo. Florianópolis: Insular, 2012.

VEJA. Como Veja Começou a Investigação sobre o Mensalão. Veja. 12 jul. 2015. Disponível em: <https://bit.ly/2y0ZFrU>. Acesso em: 12 jul. 2015.

VEJA. Veja como foi o dia do depoimento de Lula a Moro em Curitiba. Veja. 10 maio 2017a. Disponível em: <https://bit.ly/2W0OOaC>. Acesso em: 27 fev. 2019.

VEJA. A morte dupla. Veja. 17 maio 2017b. Disponível em: <https://bit.ly/3c1juOp>. Acesso em: 12 abr. 2020.

Publicado
2020-06-03