Queers: um movimento de resistência e proposital ironia às fronteiras de gênero

  • Isaias Batista de Oliveira Júnior Universidade Estadual do Paraná
Palavras-chave: Identidade, Diferença, Queer, Gênero

Resumo

Neste estudo trazemos à baila discussões teóricas sobre o conceito de gênero com a intenção de compreendê-lo como uma das vertentes da construção da(s) identidade(s) e da(s) diferença(s). Dessa forma objetivamos evidenciar o processo de resistência das fronteiras de gênero atravessadas pelas pessoas queer. O processo investigatório foi pautado numa metodologia qualitativa com respaldo dos Estudos Culturais. Concluímos que as pessoas queer ao ultrapassarem as fronteiras de gênero além de colocar em xeque normas socialmente prescritas, utilizam esse estilo de vida como estratégia de superação e empoderamento diante de uma sociedade preconceituosa e heteronormativa.

Publicado
2019-01-24