Partidos políticos e eleições na Nova República

  • Ueber José Oliveira

Resumo

Analisa os elementos próprios da institucionalidade democrática brasileira no contexto da Nova República, desde a sua instauração, ocorrida nos anos 1979-1985, como uma das causas da volatilidade dos partidos políticos brasileiros. Com base em pesquisa bibliográfica, aventa-se a hipótese de que tal arcabouço institucional é um dos elementos fundamentais para o processo de adequação dos partidos aos parâmetros democráticos vigentes, que os tornam extremamente voláteis, criando um vácuo, o qual tem sido preenchido pela figura individual do candidato em detrimento das agremiações partidárias o que leva, no limite, a eleições amplamente baseadas em recursos propagandísticos ou midiáticos, dentro daquilo que se convencionou chamar de Idade Mídia.

 

Publicado
2017-05-12