Análise de mapas conceituais: reflexões sobre formação docente, transdisciplinaridade e paradigma da complexidade

  • Alexandre Marinho Teixeira Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • Marilda Aparecida Behrens Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • Patrícia Lupion Torres Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • Sirlene Donaiski Motin Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Palavras-chave: Formação de professores, Mapas conceituais, Desenvolvimento profissional docente

Resumo

Este trabalho baseia-se em pesquisa-ação realizada com integrantes do grupo de pesquisa de Prática Pedagógica no Ensino e Aprendizagem com Tecnologias Educacionais (PRAPETEC) nos encontros de investigação. O objetivo é relatar as experiências vivenciadas por meio da construção individual e coletiva de mapas conceituais. Buscou-se, a partir da experiência, refletir sobre como é possível desenvolver um profissional docente que supere a influência do paradigma newtoniano-cartesiano. Optou-se pela análise qualitativa dos dados, realizada a partir dos mapas construídos no CmapTools. Os resultados apontam para o aprofundamento da compreensão da formação e prática desenvolvida na docência universitária.

Publicado
2018-05-07
Seção
Artigos